terça-feira, 16 de agosto de 2011

COMPLEMENTO NOMINAL X ADJUNTO ADNOMINAL (Exercícios)

COMPLEMENTO NOMINAL x ADJUNTO ADNOMINAL
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Há casos em que podemos confundir o complemento nominal e o adjunto adnominal, quando este é representado por uma locução adjetiva, ligada ao substantivo abstrato por uma preposição. Para demarcar as fronteiras, observe os seguintes casos:
1º. Tratando-se de adjetivo, ou advérbio, não há a menor dúvida: o termo que a eles se liga por preposição é, sempre complemento nominal:ofensivo à honra, prejudicial à saúde, contrariamente aos nossos desejos:
● Ele é perito (adjetivo) em cirurgia (c. nominal).
● Ela está longe (advérbio) da verdade (c. nominal).
2º. Tratando-se de substantivo concreto o termo que a ele se liga por preposição é, sempre Adjunto Adnominal: rádio de cabeceira, torre de marfim, sol da manhã, homem sem responsabilidade:
● Recebi o livro (subst. concreto) de literatura (adj. adnominal).
● Há homens (subst. concreto) sem responsabilidades (adj. adnominal).
3º. Quando o termo introduzido por preposição aparecer ligado a um substantivo abstrato pode, em princípio, ser adjunto adnominal ou complemento nominal. Para distinguir um do outro, basta usar o seguinte raciocínio:
≡ Se esse termo estiver funcionando como o alvo, o destino da ação,ou seja, sobre quem recai o fato, classificamos como complemento nominal, caso contrário, se for o agente do fato será adjunto adnominal. Veja os exemplos:
● A resposta ao público (alvo da resposta = c.n.) foi satisfatória.
≡ Observe neste exemplo que "a resposta" tem como alvo "o público"(destina-se ao público), portanto, complemento nominal.
● A resposta do patrão (emissor da resposta) foi insatisfatória.
≡ Nesta frase, "a resposta" não tem como alvo "o patrão", ou seja, não se destina a ele. O patrão é o agente, o emissor da resposta. Portanto, Adjunto Adnominal.
4º. O adjunto adnominal indica tipo, matéria, posse. Observe a diferença:
● Ele tem amor de mãe => indica o tipo de amor: materno. Ou seja:Ele tem amor materno.
● Ele tem amor à mãe => à mãe é o alvo do amor => C. Nominal.
Exemplos:
01. O fumo é prejudicial (adjetivo) à saúde (c. nominal).
02. A oposição votou favoravelmente (advérbio) ao governo (c. nominal).
03. Aumentei a estante (subst. concreto) de livros (adj. adnominal).
04. As árvores (subst. concreto) da praça (adj. adn.) estão cheias de flores.
05. Nosso time está confiante (adjetivo) na vitória (c. nominal).
06. Nós chegamos perto (advérbio) dos gorilas (c. nominal).
07. Vou comprar um anel (subst. concreto) de noivado (adj. adn.).
08. Sempre desejou viver longe (advérbio) dos parentes (c. nominal).
09. Fiquei indiferente (adjetivo) a sua desculpa (c. nominal).
10. As casas (subst. concreto.) de madeira (Adj. Adn.) são ótimas no inverno.
11. Ele é igual (adj.) ao pai (c. nominal).

Exemplos com Substantivos Abstratos:
01. O torcedor tinha fé em seu time (o time é o alvo da fé = c. nominal).
02. O elogio do professor foi injusto (o professor não é o alvo do elogio, é o agente, o emissor do elogio = adj. Adnominal)
03. O elogio ao professor foi injusto (o professor é o alvo do elogio = c. nominal).
04. Ele sentiu saudades da família (família é o alvo da saudade).
05. Nós gostamos muito da leitura do colega (colega não é o alvo da leitura, e sim o agente, quem a fez = adj. adnominal).
06. A crítica ao aluno não tinha fundamento (o aluno é o alvo da crítica = c. nominal).
07. A crítica do jornalista não tinha fundamento (o jornalista não é o alvo da crítica, e sim o agente, quem a fez = adj. adnominal).
08. A resposta do aluno ao professor foi satisfatória (do aluno - agente da resposta, quem a fez = adj. adnominal) (ao professor – alvo da resposta do aluno = c. nominal).

EXERCÍCIOS
1) Nas frases abaixo, identifique se os termos destacados exercem a função de adjunto adnominal ou de complemento nominal:
h) Os enfeites do meu espírito se reduzem a farrapos de conhecimentos.
i) A requisição de equipamentos não será atendida com prestreza.
j) A requisição do capataz não será atendida com prestreza.
k) Eduardo aguardava o momento de sua prova.
l) A descoberta de Sabin salvou muitas vidas.
m) Sentiu um grande desgosto de si mesmo.
n) Aceitamos a proposta do banqueiro.
o) Todos sabíamos que ele tinha medo da morte.
p) Todos sabíamos que ele tinha um medo de morte.
q) Dagoberto olhava por olhar, indiferente a essa tragédia.
r) Aquele novo engenho lhe seria muito útil.
s) Os fiscais lhe roubaram todos os bens.
t) Era uma ressurreição de cemitérios antigos.
u) Foram obrigados a tomar um líquido com um gosto horrível.
v) Os brejeiros estavam decididos a tudo.
w) Paramos próximos ao shopping.
x) A claridade da manhã entrava na casa.
y) A construção de dois andares desmoronara na noite anterior.
z) A construção de dois andares era a meta da imobiliária nos próximos dias.

Nos exercícios abaixo, indique a opção que apresenta complemento nominal:
2.
( a ) Elas saem apressadas, latas e garrafas na mão, para a pequena fila do leite.
( b ) Tudo não passou de um ato do instinto.
( c ) A preocupação dos pais são os filhos.
( d ) O contorno da lagoa estava todo iluminado.
( e ) O contorno da lagoa foi feito pelos corredores.
3.
( a ) Eis a nossa homenagem ao bom gosto da mulher brasileira..
( b ) Os países da América Latina aderem todos ao pacto econômico comum.
( c ) Todos se satisfizeram com a boa vontade do chefe.
( d ) O rapaz, filho do caseiro, gostava de deitar cedo.
( e ) A arquidiocese do Rio promoveu o evento em todas as paróquias.
4.
( a ) Aquela situação roubava-me a dignidade.
( b ) A necessidade de obtermos dinheiro nos faz escravos dos patrões..
( c ) Comparecem nesse universo exótico burgueses e personagens das classes populares.
( d ) Na vida dele não havia mais sentimentos nobres.
( e ) Tudo concorria para que ele fosse eleito diretor da escola.
5.
( a ) Os carros de corrida passavam a toda velocidade.
( b ) Os sentimentos dos homens sobrepujam sua vontade.
( c ) Era-me difícil aceitar a mortalidade das crianças..
( d ) Eram pessoas que necessitavam de carinho e afeto.
( e ) O canto do juriti é triste.
6.
( a ) A pergunta do advogado foi pertinente.
( b ) O papel do aluno é prestar atenção.
( c ) Levava uma vida de dureza a toda prova.
( d ) A pergunta ao advogado foi pertinente..
( e ) A rapariga era filha de um velho escritor de pouca notoriedade.
7.
( a ) Imediato à sala havia um gabinete..
( b ) "Os medos do mundo são tantos!"
( c ) Obedecendo às leis, serás feliz.
( d ) Acusam-me de crime hediondo.
( e ) O amor de mãe supera todos os desgostos.
8.
( a ) "Ainda que eu fale a língua dos anjos..."
( b ) Chamam-me de sovina sem motivo.
( c ) Cursos de informática surgem a cada dia.
( d ) Um coração de pedra nada quebranta.
( e ) Não há dúvida de que disse a verdade..
9.
( a ) As regras da gramática não devem castrar a espontaneidade do falante.
( b ) Aeromoça na burocracia me dá idéia de um pé de gerânio num armário fechado..
( c ) Preciso de um espaço onde eu possa me sentir pleno.
( d ) Tudo de que preciso está aqui.
( e ) Comportamentos sem moral são condenados pela igreja.
________________________________________

11 comentários:

  1. Cadê o gabarito? Como saber se realmente aprendi?

    ResponderExcluir
  2. Fez a postagem e abandonou?
    Sem gabarito, se torna patético os exercícios.
    Mas, parabéns pelo conteúdo.

    ResponderExcluir
  3. o conteúdo é muito bom mais onde estar o gabarito? Assim posso saber se isso ta certo!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Cadê o Gabarito, filha da puta! Da puta = passiva = complemento nominal? certo ou não? Bom, não sei, mas que tu é filha da puta isso eu pelo menos eu acertei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Filha é substantivo concreto, portanto "da puta" é adjunto adnominal.

      Excluir
    2. Isso aee alessandra, 22k gostosa bjs

      Excluir